Influenciador, Microinfluenciador ou nano?
Cadastre-se, é grátis! (:
busca

Imagem: reprodução/Instagram.

Muito corre e pouco close: Maíra Medeiros explica como é trabalhar com marketing de influência

Trabalhar com marketing de influência é uma faca de dois gumes: ao mesmo tempo que gera benefícios financeiros às empresas e aos influenciadores digitais, ele se torna desafiador; uma vez que exige a constante atualização dos conhecimentos e um ímpeto criativo absurdo. Mais do que ninguém, Maíra Medeiros tem consciência disso, até porque ela começou a trabalhar com marketing de influência para outros criadores de conteúdo. Com o passar do tempo, ela percebeu que poderia investir na própria imagem e imprimir sua marca na web. Mas isso é papo para adiante, onde compartilharemos o papo que a influencer teve com o "Entre Likes". Bora conferir?

Trabalhar com marketing de influência é coisa de gente grande!

O hobby que virou profissão

A trajetória de Maíra Medeiros é interessante porque a atuação na web aconteceu por consequência mediante às escolhas pessoais. Como professora de inglês, ela sentia necessidade de falar sobre assuntos que não eram discutidos em aulas; foi então que ela criou o Twitter. A conta foi tão boa que acabou atraindo o público além dos alunos. Devido à repercussão positiva, Maíra aprofundou os conhecimentos no marketing digital e passou a trabalhar com marketing de influência para empresas e influenciadores.

Apesar da experiência em criar conteúdos para influencers, Maíra não exercia essa pegada profissional sobre o próprio trabalho. Ela via tudo aquilo como a oportunidade de "tirar onda na internet". Despretensiosamente, a ex-professora de inglês lançou no YouTube o canal "Nunca te Pedi Nada" e, hoje, cinco anos depois, Maíra vê o glamour como algo passageiro e valoriza o poder de transformação social que exerce enquanto influenciadora. "Trabalhar com marketing de influência tem um lado que não é glamouroso e que é muito difícil: você precisa pensar no geral das suas redes sociais, precisa planejar, ir atrás de pauta e você precisa contratar pessoas. É super trabalhoso quando a galera se choca com a rotina de trabalho. O glamour ficou para trás; hoje em dia, é muito mais corre do que close", confessa Maíra.

Internet e autoaceitação

Na mesma entrevista, Medeiros falou sobre o quanto a web a ajudou no processo de aceitação da própria imagem. "Eu morria de medo de engordar e não ter o corpo padrão. É como se eu me orgulhasse em mostrar na internet tudo aquilo que um dia me envergonhou. Comecei a me enxergar com muito mais amor", destacou a influencer.

Veja curiosidades sobre outros youtubers!

Confira, em nosso site, curiosidades sobre outros youtubers e acompanhe os conteúdos diários nas redes sociais! Sempre divulgamos informações exclusivas sobre as web celebrities.

Navegue à vontade:

#Relacionadas
#OGLOOTTs
Os assuntos mais buscados durante o dia.