Influenciador, Microinfluenciador ou nano?
Cadastre-se, é grátis! (:
busca

Crédito: Artem Podrez/Pexels.

Quais as previsões para o marketing de influência em 2021?

Apesar de já abordarmos aqui os desafios do marketing de influência em 2021, precisamos falar sobre as expectativas dessa modalidade do "mkt" no atual cenário; fato é que a pandemia de COVID-19 contribuiu para que a influência digital assumisse novas proporções. A fim de compreender melhor tal contexto, a plataforma YouPix fez a pesquisa "ROI e Influência 2021", na qual entrevistou 94 organizações de diversos ramos e contou com participação da empresa AlgoritmCOM na análise dos dados qualitativos. Acompanhe os detalhes da análise e confira as previsões para o marketing de influência em 2021.

Veja as previsões para o marketing de influência em 2021

Crédito: Pexels.

O que os estudos e os especialistas indicam?

A pesquisa "ROI e Influência" vem sendo feita há três anos e essa foi a primeira vez em que todos os entrevistados afirmaram que o marketing de influência é essencial nas estratégias on-line. 71% dos participantes disseram que a modalidade é a coluna vertebral dos trabalhos na Internet. Apesar dos problemas gerados pela pandemia de COVID-19, 83% dos entrevistados concluíram que o isolamento social potencializou os trabalhos com os influenciadores digitais.

Essa transição na forma das empresas atuarem na internet exige alguns cuidados dos contratantes. "Hoje as marcas se mostram cada vez mais criteriosas com o influencer, tudo é analisado: se possuem público real, se o engajamento nas fotos e nos stories existe e qual o comportamento dessa personalidade dentro e fora das mídias sociais. Até porque existem ferramentas e aplicativos que verificam se a campanha do Influencer está ou não correspondendo à expectativa da marca", detalha Lucas Albuquerque, especialista em marketing digital da Agência 500 Graus.

Ainda na pesquisa, questionados sobre o que sinalizaria o êxito de uma campanha on-line, 82% dos participantes consideraram a soma do engajamento e do alcance o principal indicador de sucesso da campanha, o que, para Bia Granja, consultora de influência do YouPix, indica pouco o impacto da ação. 

Principais tendências para o marketing de influência em 2021

Imagem: reprodução/Facebook.

1. Adaptações aos interesses do público

Por permanecerem mais tempo em casa devido à quarentena de COVID-19, produtores de conteúdo precisaram adaptar as publicações aos novos interesses do público durante o isolamento social, como saúde & bem-estar, treinamento físico em casa e mensagens motivacionais. Os ajustes nas postagens e o direcionamento para outros públicos fez com que os creators ousassem e expandissem as presenças virtuais para nichos diferentes dos quais lidavam. A pandemia também fez o público se interessar por conteúdos menos roteirizados, produzidos e filtrados; os seguidores têm preferido materiais caseiros e autênticos.

2. Criatividade

As limitações comuns ao isolamento social tornaram os influenciadores mais criativos na maneira de produzirem os conteúdos. Além disso, os contratantes perceberam que os digital influencers eram opções mais rentáveis para este momento em que as gravações de comerciais em estúdios com as equipes foram reduzidas para evitar aglomerações.

Um estudo da agência FleishmanHillardp sinaliza que, ainda em 2021, as marcas continuarão a trabalhar com influenciadores digitais em campanhas publicitárias, mas deverão explorar a criatividade, recorrendo aos formatos ousados e envolventes.

3. O poder dos microinfluenciadores

Foi-se o tempo em que os contratantes investiam apenas em influencers com milhões de seguidores. Eles são necessários (dependendo das estratégias das marcas), porém as empresas passaram a priorizar o engajamento real e a regionalidade (existem influenciadores que são muito atuantes na cidade onde moram). Microinfluenciadores apresentam números de alcance menores, mas possuem taxas de engajamento maiores que influencers de nível macro com até 1 milhão de seguidores. Em outras palavras, o microinfluenciador faz o papel do amigo que indica o produto ou o serviço, sabe? Por se comunicarem com grupos sociais específicos, eles transmitem familiaridade aos seguidores, gerando identificação com o público e resultados significativos às marcas.

Apesar da ascensão do marketing de influência, as empresas ainda buscam formas de medir o Retorno sobre o investimento (ROI) das campanhas, uma vez que a modalidade tem complexidades para determinar tal valor. Tendo em vista as previsões para o marketing de influência em 2021, o OGLOO conecta influenciadores e empresas, minimizando os desafios do marketing de influência.

Confira outros conteúdos igualmente interessantes às previsões para o marketing de influência em 2021:

#Relacionadas
#OGLOOTTs
Os assuntos mais buscados durante o dia.